Obrigado pela Visita

terça-feira, 18 de abril de 2017

Reunião de cúpula define estratégias para combater violência em Caraúbas e região

Na manhã desta terça-feira 18, uma reunião com a cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte, traçou metas e debateu estratégias para combater a criminalidade em Caraúbas e região. Evento idealizado pelo prefeito Juninho Alves reuniu os comandos e a inteligência da Polícia Militar e representantes da Polícia Civil, para enfrentar a violência que tomou conta dos municípios da região Oeste.

A audiência pública que contou ainda com representantes do judiciário, legislativo e membros da sociedade constituída, foi realizada no auditório da Universidade Federal Rural do Semi Árido (Ufersa), Campus de Caraúbas, e teve duas etapas: no primeiro momento, um debate envolvendo autoridades e sociedade, onde os anseios e temores da população foram repassados aos comandantes. Na segunda etapa da reunião, de caráter restrito aos policiais, foram montadas estratégias de combates a criminalidade, que serão postas em práticas na região.

De acordo com o coronel Mendonça, será criada a “Operação Emprego de Grupos de Intensificação e Combate”, que atuará em todo o Oeste, realizando o combate ao crime. “Para isso haverá três bases, sendo um delas em Caraúbas e contará diariamente com 12 homens, e que demandará um gasto mensal para o estado de mais de R$ 200 mil. No tocante a Caraúbas, a prefeitura está disponibilizando uma casa e todo apoio necessário aos policias da operação”, explicou.

Para o oficial, as operações debatidas pelo comando da PM, serão de caráter inteligente e repressivo. “Vamos usar todo o nosso conhecimento da região para nos anteciparmos aos criminosos em eventuais ataques e vamos combater repressivamente, todo o tipo de bandidagem, desde o assaltante a mão armada até as quadrilhas de artilharia pesada. Vamos combater a criminalidade”, destacou.

O juiz de direito, Pedro Paulo Falcão, da comarca de Caraúbas, ressaltou que o poder judiciário é um grande aliado das Polícias Militar e Civil. “O judiciário é um grande aliado das polícias Militar e Civil no combate à criminalidade, não só de âmbito repressivo, como também educativo e orientador às famílias”, disse.

O magistrado relatou ainda que uma das maiores preocupações que tem enfrentado em Caraúbas, é o grande número de menor infrator. “Hoje temos um grande número de menor infrator. Adolescentes envolvidos em crimes pesados, como assassinatos, assaltos, furtos e outros tipos de delitos. Isso é mais um desafio que temos que combater em parceria com as polícias, Conselho Tutelar, famílias e a sociedade”, comentou o magistrado.

Compromisso
 
 

O prefeito Juninho Alves destacou em sua fala, o compromisso assumido em prol da segurança do município e disse que não vai medir esforços para que o policiamento em Caraúbas seja reforçado e toda a população protegida.

“Estamos trazendo o efetivo da Polícia Militar para Caraúbas, nessa operação de combate a criminalidade, por entender que o município precisa com urgência de segurança, onde cidadãos e cidadãs de bem possam exercer o seu direito de ir e vir, com toda segurança”, disse Juninho Alves.

Para o prefeito, o compromisso do governador Robinson Faria e dos deputados estaduais Galeno Torquato e Getúlio Rêgo, foi fundamental para que hoje o município receba este incentivo na segurança pública.

“Nosso muito obrigado ao governador Robinson Faria e aos deputados Galeno Torquato e Getúlio Rego, sem a ajuda deles não teríamos conseguido esse reforço importante na segurança de Caraúbas”, concluiu o prefeito.

O encontro, contou com a presença de várias autoridades da Polícia Militar e Civil do Estado, além do prefeito Juninho Alves; vice-prefeito Paulo Brasil; presidente do Legislativo Josean Amorim; Juiz de Direito de Caraúbas Pedro Paulo Falcão; delegado de Polícia Civil de Caraúbas, Luiz Antônio; tenente Luiz Almeida, responsável pela Companhia de Polícia Militar de Caraúbas; comandante do CPR1 Tenente-coronel Alvibá Gomes; comandante do CPR2, coronel Romualdo; coronel Mendonça, subcomandante do CPI; major Costa, comandante do 7º Batalhão de Pau  dos Ferros; capitão Brilhante, comandante do Grupo Tático Operacional de de Alexandria; dentre outros oficiais.

Fonte - Assessoria de Comunicação PMC
 


























 

Nenhum comentário:

Postar um comentário